Cruesp comemora 30 Anos da Autonomia de Gestão Financeira das Universidades Públicas Paulistas

Data do Evento
Término
Evento é organizado pelo Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas (Cruesp)

Em fevereiro de 1989, um modelo inédito de autonomia universitária foi criado no Estado de São Paulo por meio de um decreto do governador Orestes Quércia. Desde então, USP, Unicamp e Unesp foram autorizadas a criar suas próprias normas de organização didático-científica, administrativa e de gestão financeira, de recursos humanos e patrimonial. Resgatar as iniciativas históricas das três universidades estaduais paulistas nesse processo é um dos objetivos do evento “Autonomia de Gestão Financeira – 30 anos”.

Organizado pelo Conselho de Reitores das Universidades Estaduais Paulistas (Cruesp), o encontro no dia 15 de agosto, no campus da USP na Cidade Universitária, também vai debater o atual cenário da autonomia de gestão financeira das instituições e avaliar as respectivas conquistas acadêmicas e administrativas ao longo de três décadas de vigência.

Uma das consequências diretas da adoção desse modelo foi o crescimento da produção científica das instituições públicas de ensino superior de São Paulo. Atualmente, um terço da ciência feita nas cerca de 200 universidades brasileiras é produto do trabalho de USP, Unicamp e Unesp. Segundo rankings internacionais, as três estão entre as melhores instituições da América Latina. Mesmo tendo menos professores e funcionários que em 1989, essas universidades têm hoje um corpo docente mais qualificado, produzem mais pesquisa e formam mais pessoas.

O evento será aberto a professores, servidores técnico-administrativos, estudantes e público em geral e contará com três painéis de debates. O primeiro resgatará as memórias de docentes que lideravam as universidades durante o processo de formulação e execução do decreto governamental: Carlos Vogt (reitor da Unicamp na gestão 1990-1994), José Goldemberg (reitor da USP na gestão 1986-1990) e Paulo Landim (reitor da Unesp na gestão 1989-1993). Ao relembrar o momento histórico e político do final dos anos 1980, a mesa também destacará os principais personagens incumbidos da negociação e os percalços do processo da autonomia.

A segunda mesa de palestrantes terá como foco o tema da gestão financeira nas universidades públicas de São Paulo, os desafios impostos na administração de recursos e o financiamento da pesquisa. Esse debate terá como convidadas as professoras Suely Sampaio (reitora da USP na gestão 2005-2009), Marilza Rudge (vice-reitora da Unesp na gestão 2013-2016) e Teresa Atvars (vice-reitora da Unicamp).

O painel de encerramento terá a presença dos reitores Marcelo Knobel (Unicamp), Vahan Agopyan (USP) e Sandro Valentini (Unesp) para discutir o papel e a importância da autonomia de gestão financeira no desempenho das funções das universidades públicas paulistas. Os obstáculos e expectativas da administração universitária em um cenário de escassez orçamentária, crise econômica e polarização política também darão o mote das palestras.

A mesa de abertura contará com a presença do ex-ministro do Trabalho (1963) e ex-deputado federal (1959-1964 e 1995-1998) Almino Affonso, que ocupava o cargo de vice-governador de São Paulo na época da assinatura do decreto. Uma homenagem será prestada ao economista Luiz Gonzaga Belluzzo, que foi secretário de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico do governo de Orestes Quércia. Na abertura também será lançado um documentário, dirigido pelo cineasta Caco Souza, sobre os 30 anos da autonomia universitária.

Promovido pelo Conselho de Reitores das Universidades Estaduais de São Paulo (Cruesp), o encontro é uma realização do Instituto de Estudos Avançados (IdEA) da Unicamp, da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão da USP e da Pró-Reitoria de Extensão da Unesp. A celebração dos 30 anos da autonomia de gestão acontecerá no Auditório do Centro de Difusão Internacional (CDI) da USP.

 

Autonomia de Gestão Financeira - 30 anos

Data: 15 de agosto de 2019

Horário: 9h às 13h

Local: Universidade de São Paulo, Auditório do Centro de Difusão Internacional (CDI-USP)

Endereço: Av. Prof. Lúcio Martins Rodrigues, 310, Cidade Universitária, São Paulo