5 de abril de 1989 - Tema VI – A Representação e os Partidos Políticos

Sob a coordenação do professor Cândido Mendes de Almeida, o seminário reuniu especialistas como o cientista político da USP Carlos Estevão Martins, que apontou a obsolescência do sistema partidário brasileiro. Em sua conferência, o cientista político Fábio Wanderley dos Reis, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), palestrou sobre a construção democrática e a reforma moral da sociedade. O sociólogo Plinio Dentzien, do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp, debateu sobre a identificação das tendências dos partidos pelo eleitorado de massa e apontou a tentativa crescente de adoção de modelos corporativistas nos sistemas partidários. Marcos Figueiredo, do IDESP (Instituto de Estudos de São Paulo), defendeu a necessidade de criação de regras institucionais para a solidificação do Estado, ou seja, uma legislação que estabeleça o princípio da representatividade. Carlos Estevão Martins também esteve presente no debate.

Plínio Dentzein fala sobre a representação e os partidos politicos. Foto: Siarq/Unicamp.
Cândido Mendes de Almeida fala sobre a representação e os partidos politicos. Foto: Siarq/Unicamp.
Carlos Estevão Martins fala sobre a representação e os partidos politicos. Foto: Siarq/Unicamp.
Marcos Figueiredo fala sobre a representação e os partidos politicos. Foto: Siarq/Unicamp.