2 de setembro de 1988 - Tema X – Medicina e Ética na Sociedade Tecnológica

Secretário estadual da Saúde e ex-reitor da Unicamp, José Aristodemo Pinotti coordenou o debate e defendeu inicialmente a necessidade de esclarecer a definição de “ética”. Segundo Pinotti, há uma premência pela descentralização da saúde no Brasil, utilizando melhor as tecnologias médicas disponíveis. O médico chileno Anibal Faundes, professor da Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp, questionou o fato de algumas tecnologias serem usadas há décadas sem resultado científico comprovado. O professor argentino Emir Alvarez Gardiol, da Universidade do Rosário, um dos conferencistas da mesa, fez uma reflexão filosófica que se diferenciou da abordagem objetiva e analítica do tema proposto. Compôs também a mesa o médico José Carlos Seixas.

Participantes da mesa sobre medicina e ética na sociedade tecnológica. Foto: Siarq/Unicamp.
Anibal Faundes na mesa sobre medicina e ética na sociedade tecnológica. Foto: Siarq/Unicamp.
Emir Alvarez Gardiol na mesa sobre medicina e ética na sociedade tecnológica. Foto: Siarq/Unicamp.
Emir Alvarez Gardiol na mesa sobre medicina e ética na sociedade tecnológica. Foto: Siarq/Unicamp.